Você está aqui

Conteúdo

Política de privacidade

Estamos muito satisfeitos com o seu interesse na nossa empresa.A proteção de dados é de particular importância para a Direção da Schmersal Ibérica, S.L. (a seguir denominada de "the company").

O processamento de dados pessoais, como o nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone de um titular de dados ocorre sempre de acordo com o Regulamento Geral de Proteção de Dados e com as disposições de proteção de dados específicas do país aplicáveis à the company. Através desta política de privacidade, a nossa empresa procura informar o público sobre a natureza, a abrangência e a finalidade dos dados pessoais recolhidos, utilizados e processados por nós. Além disso, os titulares dos dados são informados dos seus direitos ao abrigo desta política de privacidade.

A the company, enquanto responsável pelo processamento, implementou inúmeras medidas técnicas e organizacionais para garantir a proteção mais completa possível para dados pessoais processados através deste site de internet. No entanto, as transmissões de dados baseadas na internet podem, em princípio, ter lacunas de segurança, de modo que não pode ser garantida uma proteção absoluta. Por este motivo, todas as pessoas envolvidas têm liberdade para nos enviar dados pessoais por vias alternativas, como por exemplo, por telefone.

1. Definições

A política de privacidade da the company baseia-se nas terminologias utilizadas pelas diretivas europeias e pela autoridade reguladora na adoção do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD). A nossa política de privacidade deve ser de fácil leitura e compreensão para o público, bem como para os nossos clientes e parceiros de negócios. Para garantir isto, gostaríamos de explicar, previamente, a terminologia utilizada.

Nesta política de privacidade, utilizamos, entre outros, os seguintes termos:

  • a) dados pessoais
    Dados pessoais dizem respeito a todas as informações relativas a uma pessoa singular identificada ou identificável (seguidamente denominada de "titular de dados"). Considera-se identificável uma pessoa singular que pode ser identificada, direta ou indiretamente, particularmente por associação a um identificador como um nome, a um número de identificação, a dados de localização, a um identificador online ou a uma ou várias características especiais, que são a expressão da identidade física, fisiológica, genética, mental, económica, cultural ou social desta pessoa singular.
  • b) titular de dados
    Titular de dados é qualquer pessoa singular identificada ou identificável, cujos dados pessoais são processados pelos responsáveis pelo processamento.
  • c) Processamento
    Processamento diz respeito a qualquer processo realizado com ou sem auxílio de procedimentos automatizados ou qualquer sequência de procedimentos referentes a dados pessoais, tais como recolha, levantamento, organização, ordenamento, armazenamento, adaptação ou modificação, leitura, consulta, utilização, divulgação através de transmissão, difusão ou qualquer outra forma de disponibilização, comparação ou associação, limitação, eliminação ou destruição.
  • d) Limitação do processamento
    A limitação do processamento é a marcação de dados pessoais armazenados com o objetivo de limitar o seu processamento futuro.
  • e) Caracterização
    Caracterização é qualquer tipo de processamento automatizado de dados pessoais que consiste em usar estas informações pessoais para avaliar determinados aspetos pessoais relacionados com uma pessoa singular, em particular, para analisar ou prever aspetos relacionados com o desempenho profissional, situação económica, saúde, preferências pessoais, interesses, fiabilidade, comportamento, localização ou mudança de local desta pessoa singular.
  • f) Pseudonimização
    A pseudonimização é o processamento de dados pessoais de forma a que estes deixem de poder ser atribuídos a um titular de dados específico sem necessidade de recurso a informações adicionais, desde que estas informações adicionais sejam mantidas separadas e sujeitas a medidas técnicas e organizacionais, que garantam que os dados pessoais não são atribuídos a uma pessoa singular identificada ou identificável.
  • g) Entidade responsável ou responsável pelo processamento
    Entidade responsável ou responsável pelo processamento é a pessoa singular ou coletiva, autoridade pública, organismo ou outra entidade que, individualmente ou em concertação com outros, decide sobre os fins e os meios de processamento de dados pessoais. Sempre que os fins e os meios desse processamento sejam determinados pela legislação da União ou pela legislação dos Estados-Membros, assim podem ser fornecidos o responsável ou os critérios específicos da sua denominação, ao abrigo da legislação da União ou da legislação dos Estados-Membros.
  • h) Processadores contratados
    O processador contratado é uma pessoa singular ou coletiva, autoridade pública, órgão ou outra entidade que processa dados pessoais em nome do responsável.
  • i) Destinatário
    O destinatário é uma pessoa singular ou coletiva, autoridade pública, órgão ou outra entidade à qual os dados pessoais são divulgados, independentemente de ser ou não um terceiro. No entanto, as autoridades públicas que obtêm dados pessoais no âmbito de uma solicitação de inquérito ao abrigo da legislação da União ou da legislação dos Estados-Membros, não são consideradas destinatárias.
  • j) Terceiros
    Terceiro é uma pessoa singular ou coletiva, autoridade pública, órgão ou outra entidade que não o titular dos dados, o responsável, o processador contratado e as pessoas autorizadas, sob responsabilidade direta do responsável ou do processador contratado para processar os dados pessoais.
  • k) Consentimento
    Consentimento é qualquer manifestação de vontade dada pelo titular de dados voluntariamente e de forma inequivocamente expressa, sob a forma de uma declaração ou de um outro ato confirmativo inequívoco, pelo qual o titular de dados indica que concorda com o processamento dos dados pessoais que lhe dizem respeito.

2. Nome e endereço do responsável pelo processamento

Responsável, na aceção do Regulamento Geral de Proteção de Dados, outras leis de proteção de dados válidas nos Estados-Membros da União Europeia e outras disposições de carácter legal de proteção de dados, é:

Schmersal Ibérica, S.L.
Rambla P. Catalanes, Nº 12
08800 – Vilanova i la Geltrú
Barcelona / España

Telefone: (+34) 902 566 457
E-Mail: info-pt@remove-this.schmersal.com

Website: http://www.schmersal.pt

3. Nome e endereço do responsável pela proteção de dados

O responsável pela proteção de dados do responsável pelo processamento é:

Data protection officer
Rambla P. Catalanes, Nº 12
08800 – Vilanova i la Geltrú
Barcelona / España

Telefone: (+34) 902 566 457

E-Mail: info-pt@remove-this.schmersal.com

Qualquer titular de dados pode entrar em contacto com o nosso responsável pela proteção de dados a qualquer momento, no caso de dúvidas ou sugestões sobre a proteção de dados.

4. Recolha de dados e informações gerais

A página de internet da the company recolhe uma série de dados e informações gerais sempre que um titular de dados ou um sistema automatizado acedam àquela. Estes dados e informações gerais são armazenados temporariamente nos ficheiros de registo do servidor. Podem ser recolhidos sem a sua intervenção e até à exclusão automática, (1) os tipos de navegador e versões utilizados, (2) o sistema operacional usado pelo sistema de acesso, (3) a página de internet a partir da qual um sistema de acesso chega à nossa página de internet (os denominados referenciadores), (4) as páginas sub-web, a que é feito o acesso à nossa página de internet através de um sistema de acesso, (5) a data e hora de um acesso à página de internet, (6) um endereço de protocolo de internet (endereço IP), (7) o fornecedor de serviços de internet do sistema de acesso e (8) outros dados e informações similares usados para defesa no caso de ataques aos nossos sistemas de tecnologia da informação.

 

Ao usar estes dados e informações gerais, a the company não tira quaisquer conclusões sobre a pessoa em questão. Pelo contrário, estas informações são necessárias para (1) fornecer os conteúdos da nossa página de internet corretamente, (2) otimizar os conteúdos da nossa página de internet, bem como a publicidade para este, (3) assegurar o funcionamento permanente dos nossos sistemas de tecnologia da informação e a tecnologia da nossa página de Internet, bem como (4) fornecer às autoridades judiciárias as informações necessárias para a aplicação da lei no caso de um ataque cibernético. Por conseguinte, estes dados e informações recolhidos anonimamente são avaliados pela the company, tanto estatisticamente como com o objetivo de aumentar a proteção de dados e a segurança de dados na nossa empresa, de modo a garantir o melhor nível possível de proteção para os dados pessoais que processamos. Os dados anónimos dos ficheiros de registo do servidor são armazenados separadamente de todos os dados pessoais fornecidos por um titular de dados.

A base legal para o processamento de dados advém do artigo 6, parágrafo 1, pág. 1, alínea f, do RGPD.

5. Registo na nossa página de internet

O titular de dados tem a possibilidade de se registar na página de internet do responsável pelo processamento, fornecendo os dados pessoais. Os dados pessoais a serem enviados ao responsável pelo processamento advêm da respetiva máscara de entrada, que é utilizada para o registo. Os dados pessoais introduzidos pelo titular de dados devem ser recolhidos e armazenados exclusivamente para uso interno por parte do responsável pelo processamento e para os seus próprios fins. O responsável pelo processamento pode providenciar a transferência para um ou mais processadores contratados, como um serviço de encomendas, que também usa os dados pessoais exclusivamente para uso interno, atribuível ao responsável pelo processamento.

Ao registar-se na página de internet do responsável pelo processamento, o endereço IP atribuído pelo provedor de serviços de internet (ISP) do titular dos dados, a data e a hora do registo também são armazenados. O armazenamento destes dados ocorre num contexto de que somente o uso indevido dos nossos serviços pode ser evitado, e estes dados, em caso de necessidade, tornam possível esclarecer as infrações cometidas. A este respeito, o armazenamento destes dados é necessário para proteger o responsável pelo processamento. Em princípio, não ocorre uma divulgação destes dados a terceiros, a menos que haja uma obrigação legal de transmissão ou que sirva a divulgação do cumprimento da lei.

O registo do titular de dados mediante o fornecimento voluntário de dados pessoais é útil para o responsável pelo processamento, para fornecer ao titular de dados conteúdos ou serviços que, devido à natureza do caso, só podem ser oferecidos a utilizadores registados. As pessoas registadas são livres de modificar os dados pessoais indicados no registo a qualquer momento ou de os apagar completamente do banco de dados do responsável pelo processamento.

O responsável pelo processamento deve, a qualquer momento, mediante solicitação, fornecer informações a cada titular de dados sobre que dados pessoais estão armazenados. Além disso, o responsável pelo processamento corrige ou elimina dados pessoais a pedido ou indicação do titular de dados, na medida em que isto não entra em conflito com quaisquer requisitos legais de armazenamento. Um responsável pela proteção de dados nomeado nesta declaração de proteção de dados e a totalidade de colaboradores do responsável pelo processamento estão disponíveis, neste contexto, enquanto pessoas de contacto.

6. Uso do catálogo online

Ao utilizar o nosso catálogo online no nosso site http://www.schmersal.net, são solicitados dados adicionais diversos para o processamento e a conclusão do contrato, para que possamos processar a sua solicitação e o seu pedido. Assim, são necessárias as seguintes informações:

  • Nome
  • Morada
  • Número de telefone
  • Endereço eletrónico
  • Empresa

Os dados mencionados são processados por nós para os seguintes propósitos:

  • para processamento do pedido

A base legal para o processamento de dados advém do artigo 6, parágrafo 1, pág. 1, alínea b, do RGPD.

7. Assinatura da nossa newsletter

Na página de internet da the company, os utilizadores têm a oportunidade de assinar a newsletter da nossa empresa. Os dados pessoais a serem enviados ao responsável pelo processamento aquando do pedido da newsletter advêm da respetiva máscara de entrada utilizada para o efeito.

Contanto que, de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág. 1, al. a, do RGPD, tenham consentido expressamente, a the company informa os seus clientes e parceiros de negócios em intervalos regulares, através de uma newsletter, sobre ofertas da empresa. Em princípio, a newsletter da nossa empresa só pode ser recebida pelo titular de dados se (1) o titular dos dados possuir um endereço de correio eletrónico válido e (2) se o titular de dados estiver registado para receção da newsletter. Por razões legais, será enviado um e-mail de confirmação para o endereço de e-mail inserido por um titular de dados pela primeira vez para o envio de newsletters usando o procedimento double-opt-in. Este e-mail de confirmação é usado para verificar se o proprietário do endereço de e-mail, enquanto titular de dados, autorizou a receção da newsletter.

Ao assinar a newsletter, também armazenamos o endereço IP atribuído pelo provedor de serviços de internet (ISP) do sistema de computador usado pelo titular de dados no momento do registo,bem como a data e a hora do registo. A recolha destes dados é necessária para entender o (possível) uso indevido do endereço de e-mail de um titular de dados num momento posterior e, por isso, serve de salvaguarda legal para o responsável pelo processamento.

Os dados pessoais recolhidos no contexto do registo para a newsletter serão utilizados exclusivamente para o envio da nossa newsletter. Além disso, os assinantes da newsletter podem ser notificados por e-mail se isto for necessário para a operação do serviço da newsletter ou de um registo a este respeito, como pode acontecer no caso de alterações na oferta da newsletter ou de alteração das condições técnicas. Não haverá qualquer transferência dos dados pessoais a terceiros, dados esses, recolhidos como parte do serviço da newsletter. A assinatura da nossa newsletter pode ser cancelada pelo titular de dados a qualquer momento. O consentimento para o armazenamento de dados pessoais que o titular de dados nos concedeu para o envio de newsletters pode ser revogado a qualquer momento. Para revogar o consentimento, existe um link correspondente em cada newsletter. Além disso, também é possível cancelar o registo do envio de newsletters a qualquer momento, diretamente na página de internet do responsável pelo processamento, ou comunicar esta questão ao responsável pelo processamento de outra forma, ou também, a qualquer momento, por e-mail, para UFranke@remove-this.schmersal.com.

8. Localização de newsletter

As newsletters da the company contêm os denominados web beacons. Um web beacon é um gráfico em miniatura incorporado em tais e-mails, que são enviados em formato HTML, para permitir uma gravação de ficheiros de registo e uma análise de ficheiros de registo. Isto permite uma avaliação estatística do sucesso ou fracasso das campanhas de marketing online. Com base no web beacon incorporado, a the company pode detetar se e quando um e-mail foi aberto por um titular de dados e que links existentes no e-mail foram consultados pelo titular de dados.

Tais dados pessoais recolhidos através dos contidos nos web beacons serão armazenados e avaliados pelo responsável pelo processamento, a fim de otimizar o envio de newsletters e adaptar melhor o conteúdo de newsletters futuras aos interesses do titular de dados. Estes dados pessoais não serão divulgados a terceiros. Os titulares de dados podem, a qualquer momento, revogar a declaração de consentimento feita por meio do procedimento double-opt-in, em separado. Após uma revogação, estes dados pessoais serão excluídos pelo responsável pelo processamento. Um cancelamento da receção da newsletter é automaticamente interpretado pela the company como uma revogação.

9. Possibilidade de contacto através da página de internet

Devido a regulamentações legais, a página de internet da the company contém informações que permitem um rápido contacto eletrónico com a nossa empresa, bem como uma comunicação direta connosco, o que também inclui um endereço geral do denominado correio eletrónico (endereço de e-mail). Se um titular de dados entrar em contacto com o responsável pelo processamento por e-mail ou através de um formulário de contacto, os dados pessoais fornecidos pelo titular de dados serão armazenados automaticamente. Tais dados pessoais, transmitidos voluntariamente por um titular de dados ao responsável pelo processamento, são armazenados com a finalidade de processar ou entrar em contacto com o titular de dados. Não haverá qualquer transferência destes dados pessoais a terceiros. O processamento de dados com a finalidade de entrar em contacto connosco ocorre de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág. 1, al. a, do RGPD, com base no seu consentimento, concedido voluntariamente.

10. Eliminação de rotina e bloqueio de dados pessoais

O responsável pelo processamento, processa e armazena os dados pessoais do titular de dados apenas pelo período necessário para obter a finalidade do armazenamento ou, tal como foi previsto pelos emissores de diretrizes e regulamentos europeus ou por qualquer outro legislador em leis ou regulamentos a que o responsável pelo processamento está sujeito.

Se o propósito de armazenamento for cancelado ou se prescrever um período de armazenamento estipulado pelos emissores de diretrizes e regulamentos europeus ou qualquer outro legislador relevante, os dados pessoais serão, por rotina, bloqueados ou eliminados, de acordo com as disposições legais.

11. Divulgação de dados

Não ocorrerá uma transferência dos seus dados pessoais a terceiros para fins diferentes dos listados abaixo. Só transmitimos os seus dados pessoais a terceiros se:

  • Forwarding is required in accordance with art. 6, para. 1, clause 1, letter f GDPR for the exertion or defence of legal claims and there is no reason to assume that you have a predominant, proprietary interest in your data not being forwarded,
  • se a transferência, de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág. 1, al. f do RGPD, for necessária para reivindicação, prática ou defesa de ações legais e não houver quaisquer motivos para supor que tem um interesse predominantemente legítimo em não divulgar os seus dados,
    • no caso, existir uma obrigação legal de divulgação, de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág.
  • isto for permitido por lei e de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág. 1, al. b, do RGPD, para a realização de relações contratuais consigo.

12. Direitos do titular de dados

  • a) Direito à confirmação
    Cada titular de dados tem o direito reconhecido, conforme concedido pelos emissores de diretrizes e regulamentos europeus, de exigir que o responsável pelo processamento confirme se os dados pessoais que lhe dizem respeito estão a ser processados. Se um titular de dados desejar fazer uso deste direito de confirmação, para o efeito, poderá entrar em contacto, a qualquer momento, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador do responsável pelo processamento.
  • b) Direito à informação
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito concedido, conforme o § 15 do RGPD, a obter, pelos emissores de diretrizes e regulamentos europeus, a qualquer momento, informações gratuitas do responsável pelo processamento sobre os dados pessoais armazenados sobre a sua pessoa e uma cópia destas informações. Além disso, os emissores de diretrizes e regulamentos europeus forneceram à pessoa em causa as seguintes informações:

    • os objetivos do processamento
    • as categorias de dados pessoais que serão processadas
    • os destinatários ou categorias de destinatários a quem os dados pessoais foram divulgados ou que ainda são divulgados, em especial, no caso de destinatários em países terceiros ou no caso de organizações internacionais
    • se possível, a duração prevista para a qual os dados pessoais serão armazenados ou, se tal não for possível, os critérios para determinar esta duração
    • a existência de um direito à retificação ou eliminação dos dados pessoais que lhe digam respeito ou de uma limitação do processamento por parte do responsável ou de um direito de objeção a este processamento
    • a existência de um direito de reclamação a uma autoridade de supervisão
    • se os dados pessoais não forem recolhidos com o titular de dados: todas as informações disponíveis sobre a proveniência dos dados
    • a existência de tomadas de decisão automatizadas, incluindo a caracterização, nos termos do art. 22, parágrafos 1 e 4, do RGPD, e — pelo menos nestes casos — informações significativas sobre a lógica envolvida, bem como o alcance e os impactos pretendidos de um processamento de tal tipo para o titular de dados

    Além disso, o titular de dados tem o direito à informação se os dados pessoais tiverem sido transmitidos a um país terceiro ou a uma organização internacional. Além disso, se for este o caso, o titular de dados tem o direito de obter informações sobre as garantias adequadas relacionadas com a transferência.
    Se um titular de dados desejar fazer uso deste direito à informação, para o efeito, poderá entrar em contacto, a qualquer momento, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador do responsável pelo processamento.

  • c) Direito à retificação
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito concedido pelo emissor de diretrizes e regulamentos europeus, nos termos do § 16, do RGPD a exigir a correção imediata de dados pessoais imprecisos que lhe digam respeito. Além disso, o titular de dados tem o direito de solicitar a conclusão de dados pessoais incompletos, — incluindo através de uma declaração suplementar — tendo em conta os objetivos do processamento.
    Se um titular de dados desejar fazer uso deste direito à retificação, para o efeito, poderá entrar em contacto, a qualquer momento, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador do responsável pelo processamento.
  • d) Direito ao cancelamento (direito a ser esquecido)
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito concedido, conforme o § 17 do RGPD, dos emissores de diretrizes e regulamentos europeus, a exigir dos responsáveis que os dados pessoais relativos a ele ou ela sejam eliminados imediatamente, desde que um dos seguintes motivos se verifique e o processamento não seja necessário:

    • Os dados pessoais foram recolhidos para tais fins ou processados de outra forma para os quais aqueles já não são mais necessários.
    • O titular de dados retira o seu consentimento, no qual o processamento se baseou, de acordo com o art. 6, parágrafo 1, al. a, do RGPD ou do art. 9, parágrafo 2, al. a, do RGPD e não existe outra base jurídica para o processamento.
    • O titular dos dados opõe-se ao processamento, de acordo com o art. 21, parágrafo 1, do RGPD, e não existem quaisquer razões legítimas para o processamento, ou o titular de dados opõe-se ao processamento, de acordo com o art. 21, parágrafo 2, do RGPD.
    • Os dados pessoais foram processados ilegalmente.
    • A eliminação dos dados pessoais é necessária para cumprir uma obrigação legal, nos termos da legislação da União ou do direito dos Estados-Membros a que o responsável está sujeito.
    • Os dados pessoais foram recolhidos com referência aos serviços da sociedade da informação oferecidos, de acordo com o art. 8, parágrafo 1, do RGPD.

    Se uma das razões acima mencionadas se verificar e um titular de dados desejar a exclusão de dados pessoais armazenados pela the company, poderá entrar em contacto, a qualquer momento, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador do responsável pelo processamento. O responsável pela proteção de dados da the company ou um outro colaborador fará com que a solicitação de exclusão seja atendida imediatamente.
    Se os dados pessoais foram tornados públicos pelo the company e se a nossa empresa é, enquanto responsável, obrigada à exclusão dos dados pessoais, nos termos do art. 17, parágrafo 1, do RGPD, a the company tomará medidas apropriadas, também de tipo técnico, considerando a tecnologia disponível e os custos de implementação, a fim de dar conhecimento ao responsável pelo processamento dos dados pessoais publicados de que o titular de dados exigiu ao responsável pelo processamento a exclusão de todos os links para tais dados pessoais ou de cópias ou replicações destes dados pessoais, desde que o processamento não seja necessário. O responsável pela proteção de dados da the company ou um outro colaborador providenciará o necessário em casos individuais.

  • e) Direito à limitação do processamento
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito concedido, conforme o § 18R do RGPD, dos emissores de diretrizes e regulamentos europeus, a exigir dos responsáveis a limitação do processamento se existir um dos seguintes pré-requisitos:

    • A exatidão dos dados pessoais é contestada pelo titular de dados, mais precisamente, por um período de tempo que permite ao responsável verificar a exatidão dos dados pessoais.
    • O processamento é ilegal, o titular de dados recusa-se a excluir os dados pessoais e, em vez disso, exige a limitação do uso dos dados pessoais.
    • O responsável já não precisa dos dados pessoais para fins de processamento, mas o titular de dados precisa deles para reivindicação, prática ou defesa de ações legais.
    • A pessoa em causa opõe-se ao processamento, de acordo com o art. 21, parágrafo 1, do RGPD e ainda não é evidente se as razões legítimas do responsável superam as do titular de dados.

    Se existir um dos pré-requisitos acima mencionados e um titular de dados exigir a limitação de dados pessoais armazenados pela the company, poderá entrar em contacto, a qualquer momento e para o efeito, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador responsável pelo processamento. O responsável pela proteção de dados da the company ou um outro colaborador providenciará a limitação do processamento.

  •  f) Direito à transmissibilidade de dados
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito, concedido pelos emissores de diretrizes e regulamentos europeus, a obter os dados pessoais que lhe foram fornecidos por um responsável, num formato estruturado, comum e legível por máquina. Além disso, tem o direito de transmitir estes dados a um outro responsável, sem obstrução por parte do responsável a quem os dados pessoais foram fornecidos, desde que o processamento seja baseado no consentimento previsto no art. 6, parágrafo 1, al. a, do RGPD ou no art. 9, parágrafo 2, al. b, do RGPD ou num contrato, nos termos do art. 6, parágrafo 1, al. b, do RGPD e processamento ocorra por meio de processos automatizados, desde que o processamento não seja necessário para o desempenho de uma tarefa de interesse público ou no exercício da autoridade pública, que tenha sido atribuído à pessoa responsável.
    Além disso, ao exercer o seu direito à transmissibilidade de dados, ao abrigo do art. 20, parágrafo 1, do RGPD, o titular dos dados tem o direito a conseguir  que os dados pessoais sejam transmitidos diretamente de um responsável a um outro responsável, na medida em que tal seja tecnicamente viável e em caso afirmativo isso não afete os direitos e liberdades de outras pessoas.
    A fim de exercer o direito à transmissibilidade de dados, o titular de dados pode, a qualquer momento, contactar o responsável pela proteção de dados nomeado pela the company ou um outro colaborador.
  • g) Direito à oposição
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito concedido pelo emissor de diretrizes e regulamentos europeus, por motivos decorrentes da sua situação particular, a opor-se, a qualquer momento, ao processamento de dados pessoais que lhe digam respeito, que ocorram nos termos do art. 6, parágrafo 1, al. e ou f, do RGPD. Isto também se aplica a uma caracterização com base nestas disposições.
    A the company deixará de processar os dados pessoais em caso de oposição, a menos que possamos comprovar razões legítimas convincentes para o processamento que superem os interesses, direitos e liberdades do titular de dados, ou o processamento tenha a finalidade de reivindicar, praticar ou defender ações legais.
    Se a the company processar dados pessoais para explorar publicidade direta, o titular de dados tem o direito de se opor, a qualquer momento, ao processamento de dados pessoais com a finalidade de tal publicidade. Isso também se aplica à caracterização, na medida em que está associado a tal publicidade direta. Se o titular de dados se opuser à the company no processamento para fins de marketing direto, a the company deixará de processar os dados pessoais para estes fins.
    Além disso, o titular de dados tem o direito, por razões decorrentes da sua situação particular, de se opor ao processamento de dados pessoais que lhe digam respeito, para fins de investigação científica ou histórica ou para fins estatísticos da the company, nos termos do art. 89, parágrafo 1, do RGPD, a menos que tal processamento seja necessário para cumprir uma tarefa de interesse público.
    A fim de exercer o direito à oposição, o titular de dados pode, a qualquer momento, contactar diretamente o responsável pela proteção de dados da the company ou um outro colaborador. O titular de dados também é livre, no contexto da utilização de serviços da sociedade da informação, independentemente da diretiva 2002/58/CE, de exercer o seu direito de oposição através de procedimentos automatizados utilizando especificações técnicas.
  • h) Decisões automatizadas em casos individuais, incluindo caracterização
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito, concedido pelos emissores de diretrizes e regulamentos europeus, a não estar sujeito a uma decisão baseada exclusivamente no tratamento automatizado — incluindo a caracterização — que tenha um efeito legal  ou que o prejudique significativamente de forma similar; a menos que a decisão (1) não seja necessária para a celebração ou cumprimento de um contrato entre o titular de dados e o responsável, ou (2) seja permitida pela legislação da União ou dos Estados-Membros à qual o responsável está sujeito e que esta legislação contenha medidas adequadas para salvaguardar os direitos e liberdades, bem como os interesses legítimos do titular de dados, ou (3) ocorra com o consentimento expresso do titular de dados.
    Se a decisão (1) for necessária para a celebração ou cumprimento de um contrato entre o titular de dados e o responsável ou (2) ocorrer com o consentimento expresso do titular de dados, a the company tomará medidas apropriadas para salvaguardar os direitos e liberdades, bem como os interesses legítimos do titular de dados, para, pelo menos, obter o direito à intervenção de uma pessoa por parte do responsável, para expressar o seu próprio ponto de vista e contestar a decisão.
    Se o titular de dados desejar reivindicar os direitos referentes a decisões automatizadas, poderá, para o efeito, entrar em contacto, a qualquer momento, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador responsável pelo processamento.
  • i) Direito à revogação de um consentimento legal de proteção de dados
    Qualquer titular de dados envolvido no processamento de dados pessoais tem o direito concedido pelo emissor de diretrizes e regulamentos europeus, nos termos do § 21, do RGPD a revogar, a qualquer momento, um consentimento para processamento de dados pessoais.
    Se o titular de dados desejar reivindicar o seu direito à revogação de um consentimento, poderá, para o efeito, entrar em contacto, a qualquer momento, com o nosso responsável pela proteção de dados ou com um outro colaborador responsável pelo processamento. Se desejar exercer o seu direito de revogação ou oposição, basta enviar um e-mail para info-pt@remove-this.schmersal.com.

13. Proteção de dados em candidaturas e no processo de candidatura

O responsável pelo processamento recolhe e processa os dados pessoais dos candidatos com o objetivo de gerir o processo de candidatura. O processamento também pode ocorrer por via eletrónica. Este é particularmente o caso, então, se um candidato envia ao responsável pelo processamento os documentos de candidatura correspondentes por via eletrónica, por exemplo, por e-mail, ou através de um formulário web disponível na página de internet. Todos os dados pessoais recolhidos e processados pela the company no âmbito de uma candidatura estão protegidos contra o acesso não autorizado e manipulação através de medidas técnicas e organizacionais. Se o responsável pelo processamento celebrar um contrato de trabalho com um candidato, os dados transmitidos serão armazenados para efeitos da relação de trabalho, em conformidade com as prescrições legais. Se não for celebrado qualquer contrato de trabalho com o candidato por parte do responsável pelo processamento, os documentos da candidatura serão automaticamente eliminados, seis meses após a decisão de rejeição ter sido anunciada, desde que a eliminação não prejudique quaisquer outros interesses legítimos do responsável pelo processamento. Outro interesse legítimo neste sentido é, por exemplo, um ónus de prova num procedimento , de acordo com a Lei Geral de Tratamento Igualitário (LGTI). Se, de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág. 1, al. a, do RGPD, tiver consentido expressamente, utilizaremos os seus dados pessoais para processar a sua candidatura na nossa empresa e para lhe enviar notícias relevantes. É possível revogar o consentimento a qualquer momento. Pode enviar a sua revogação a qualquer momento, para UFranke@remove-this.schmersal.com por e-mail.

14. Cookies

Usamos cookies no nosso site. Aqui, trata-se de pequenos ficheiros que o seu navegador cria automaticamente e que são armazenados no seu dispositivo final (computador portátil, tablet, smartphone, etc.) quando visita o nosso site. Os cookies não prejudicam o seu dispositivo, não contêm quaisquer vírus, cavalos de Troia ou outro software malicioso. No cookie, são depositadas informações, cada uma resultando em conexão com o dispositivo final especificamente usado. No entanto, isto não significa que temos conhecimento imediato da sua identidade. Por um lado, o uso de cookies serve para tornar o uso da nossa oferta mais agradável para si. Deste modo, usamos os chamados cookies de sessão para detetar se você já visitou páginas individuais do nosso site. Estes são automaticamente excluídos depois de sair da nossa página.

Além disso, para otimizar a facilidade de utilização, também usamos cookies temporários, que são armazenados no seu dispositivo final durante um determinado período de tempo.

Se visitar nosso site novamente para aproveitar os nossos serviços, ele irá detetar automaticamente que você já esteve connosco e que entradas e configurações fez, para que não precise de as introduzir novamente. Por outro lado, usamos cookies para registar estatisticamente o uso do nosso site e para o avaliar, de modo a otimizar a nossa oferta para si. Esses cookies permitem-nos detetar automaticamente, quando visita de novo o nosso site, que já esteve connosco antes. Estes cookies são excluídos automaticamente após um tempo definido.

Os dados processados pelos cookies são necessários para os fins mencionados, a fim de salvaguardar os nossos interesses legítimos, bem como de terceiros, de acordo com o art. 6, parágrafo 1, pág.1, al. f, do RGPD.

A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. No entanto, pode configurar o seu navegador para que nenhum cookie seja armazenado no seu computador ou para que apareça sempre uma indicação antes de um novo cookie ser criado. No entanto, a desativação total de cookies pode fazer com que não possa usar todos os recursos do nosso site.

15. Termos de privacidade na aplicação e utilização do Facebook

O responsável pelo processamento integrou componentes da empresa Facebook nesta página de internet. O Facebook é uma rede social.

Uma rede social é um ponto de encontro social baseado na internet, uma comunidade online que, por norma, permite que os utilizadores se comuniquem uns com os outros e interajam no espaço virtual. Uma rede social pode servir como uma plataforma para troca de opiniões e experiências, ou permite que a comunidade de internet disponibilize informações pessoais ou relacionadas com empresas. O Facebook permite, entre outros, que os utilizadores de redes sociais criem perfis privados, carreguem fotos e criem uma rede através de solicitações de amizade.

A empresa gestora do Facebook é a Facebook, Inc., 1 Hacker Way, Menlo Park, CA 94025, USA. A entidade responsável pelo processamento de dados pessoais, se um titular de dados viver fora dos EUA ou Canadá, é a Facebook Ireland Ltd., 4 Grand Canal Square, Grande Canal Harbor, Dublin 2, Ireland.

Cada visita a uma das páginas individuais desta página de internet, que é operada pelo responsável pelo processamento e no qual um componente do Facebook (plug-in do Facebook) foi integrado, o navegador da internet no sistema de tecnologia da informação do titular de dados é automaticamente providenciado pelo respetivo componente do Facebook para descarregar uma representação do componente Facebook correspondente. Uma visão geral de todos os plug-ins do Facebook pode ser encontrada em https://developers.facebook.com/docs/plugins/?locale=de_DE. No âmbito deste procedimento técnico, o Facebook recebe informações sobre que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados.

Se o titular de dados estiver simultaneamente ligado ao Facebook, o Facebook deteta, a cada visita à nossa página de internet por parte do titular de dados e na duração total da respetiva estadia na nossa página de internet, que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados. Estas informações são recolhidas através do componente do Facebook e atribuídas pelo Facebook à respetiva conta do Facebook do titular de dados. Se o titular de dados ativar um dos botões do Facebook integrados na nossa página de internet, por exemplo, o botão "Gosto" ou se titular de dados fizer um comentário, o Facebook atribui esta informação à conta de utilizador pessoal do Facebook do titular de dados e armazena estes dados pessoais.

O Facebook recebe sempre informações através do componente do Facebook que o titular de dados visitou na nossa página de internet, se o titular de dados estiver ligado ao Facebook, ao mesmo tempo em que acede à nossa página de internet; isto acontece independentemente de a pessoa clicar ou não no componente do Facebook. Se tal transferência de informações para o Facebook não for desejada pelo titular de dados, este poderá impedir a transferência terminando a sessão da sua conta do Facebook antes de visitar a nossa página de internet.

A política de dados publicada pelo Facebook, disponível em https://de-de.facebook.com/about/privacy/, fornece informações sobre a recolha, processamento e utilização de dados pessoais pelo Facebook. Além disso, é aí explicado que opções de configuração são oferecidas pelo Facebook para proteger a esfera privada do titular de dados. Além disso, estão disponíveis diversas aplicações, que possibilitam suprimir a transmissão de dados ao Facebook, por exemplo, o bloqueador Facebook do provedor Webgraph, que pode ser obtido em http://webgraph.com/resources/facebookblocker/. Tais aplicações podem ser usadas pelo titular de dados para suprimir uma transmissão de dados ao Facebook.

16. Termos de privacidade na aplicação e utilização do Google Analytics (com função de anonimização)

O responsável pelo processamento integrou os componentes da empresa Google Analytics (com função de anonimização) nesta página de internet. O Google Analytics é um serviço de análise da web. Análise Web é o levantamento, recolha e avaliação de dados sobre o comportamento dos visitantes de páginas de internet. Entre outras coisas, um serviço de análise da Web recolhe dados sobre a partir de que página de internet um titular de dados acedeu a uma página de internet (os chamados referenciadores), a que subpáginas da página de internet acedeu ou com que frequência e por quanto tempo durou a visualização de uma subpágina. Uma análise da Web é usada principalmente para otimizar uma página de internet e para a análise de custo-benefício da publicidade na internet.

A empresa operadora do componente Google Analytics é a Google Inc., 1600 Amphitheatre Pkwy, Mountain View, CA 94043-1351, USA.

O responsável pelo processamento usa o suplemento "_gat._anonymizeIp" para a análise da Web através do Google Analytics. Em virtude deste suplemento, a Google abreviará e tornará anónimo o endereço IP do acesso à internet do titular de dados se o acesso à nossa página de internet for de um Estado-Membro da União Europeia ou de um outro Estado Contratante do Acordo sobre o Espaço Económico Europeu.

O objetivo do componente do Google Analytics é analisar os fluxos de visitantes na nossa página de internet. Entre outras coisas, a Google utiliza os dados e informações obtidos para avaliar o uso da nossa página de internet, para compilar relatórios online que mostram as atividades nas nossas páginas de internet e para prestar outros serviços relacionados com a utilização da nossa página de internet.

O Google Analytics usa um cookie no sistema de tecnologia da informação do titular de dados. Foi explicado acima o que são cookies. A utilização do cookie permite à Google analisar o uso da nossa página de internet. Cada visita a uma das páginas individuais desta página de internet, que é operada pelo responsável pelo processamento e no qual um componente do Google Analytics foi integrado, o navegador da internet no sistema de tecnologia da informação do titular de dados é automaticamente providenciado pelo respetivo componente do Google Analytics para transmitir dados à Google com o objetivo de uma análise online. No âmbito deste procedimento técnico, a Google obtém conhecimento dos dados pessoais, como o endereço IP do titular de dados, que servem à Google, entre outras coisas, para identificar a origem dos visitantes e dos cliques e, posteriormente, para possibilitar a liquidação de comissões.

Através do cookie são armazenadas informações pessoais, como o tempo de acesso, a localização a partir da qual um acesso foi feito e a frequência das visitas à nossa página de internet por parte do titular de dados. Sempre que visita as nossas páginas de internet, estes dados pessoais, incluindo o endereço IP da ligação à internet utilizada pelo titular de dados, são transmitidos à Google, nos Estados Unidos da América. Estes dados pessoais são armazenados pela Google nos Estados Unidos da América.Estes dados pessoais são armazenados pela Google nos Estados Unidos da América. Sob determinadas circunstâncias, a Google transmite estes dados pessoais recolhidos por meio do procedimento técnico a terceiros.

O titular de dados pode impedir o uso de cookies pela nossa página de internet, como já mostrado acima, a qualquer momento, através de uma configuração correspondente do navegador de internet utilizado e, assim, contestar permanentemente o uso de cookies. Tal configuração do navegador de internet utilizado também impediria a Google de usar um cookie no sistema de tecnologia da informação do titular de dados. Além disso, um cookie já usado pela Google Analytics pode ser excluído a qualquer momento através do navegador de internet ou de outros programas de software.

Além disso, o titular de dados tem a opção de contestar e impedir a recolha de dados gerados pelo Google Analytics para uma utilização desta página de internet, bem como o processamento destes dados pela Google. Para o efeito, o titular de dados deve descarregar e instalar um complemento do navegador, através do link https://tools.google.com/dlpage/gaoptout. Este complemento do navegador informa o Google Analytics, através do JavaScript, que nenhuns dados e informações sobre as visitas a páginas de internet podem ser transmitidos ao Google Analytics. A instalação do complemento do navegador é considerada pela Google como uma contestação. Se o sistema de tecnologia da informação do titular de dados for posteriormente excluído, formatado ou reinstalado, o titular de dados deverá reinstalar o complemento do navegador para desativar o Google Analytics. Se o complemento do navegador for desinstalado ou desativado pelo titular de dados ou por qualquer outra pessoa dentro da sua esfera de controlo, é possível reinstalar ou reativar o complemento do navegador.

Informações adicionais e os termos de privacidade da Google podem ser encontrados em https://www.google.de/intl/de/policies/privacy/ e em http://www.google.com/analytics/terms/de.html. O Google Analytics é explicado com mais precisão neste link, https://www.google.com/intl/de_de/analytics/.

17. Termos de privacidade na aplicação e utilização do Google+

O responsável pelo processamento integrou o botão do Google+ como componente nesta página de internet. O Google+ é uma denominada rede social. Uma rede social é um ponto de encontro social baseado na internet, uma comunidade online que, por norma, permite que os utilizadores se comuniquem uns com os outros e interajam no espaço virtual. Uma rede social pode servir como uma plataforma para troca de opiniões e experiências, ou permite que a comunidade de internet disponibilize informações pessoais ou relacionadas com empresas. O Google+ permite, entre outros, que os utilizadores de redes sociais criem perfis privados, carreguem fotos e criem uma rede através de solicitações de amizade.

A empresa operadora do Google+ é a Google Inc., 1600 Amphitheatre Pkwy, Mountain View, CA 94043-1351, USA.

Cada visita a uma das páginas individuais desta página de internet, que é operada pelo responsável pelo processamento e no qual um botão do Google+ foi integrado, o navegador da internet no sistema de tecnologia da informação do titular de dados é automaticamente providenciado pelo respetivo botão do Google+ para descarregar uma representação do respetivo botão do Google+ da Google. No âmbito deste procedimento técnico, a Google recebe informações sobre que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados. Informações mais detalhadas sobre o Google+ estão disponíveis em https://developers.google.com/+/.

Se o titular de dados tiver, simultaneamente, sessão iniciada no Google+, a Google deteta, a cada visita à nossa página de internet por parte do titular de dados e na duração total da respetiva estadia na nossa página de internet, que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados. Estas informações são recolhidas através do botão do Google+ e atribuídas pela Google à respetiva conta do Google+ do titular de dados.

Se o titular de dados ativar um dos botões do Google+ integrados na nossa página de internet, e, com isso, atribuir uma recomendação Google+1 , a Google atribui esta informação à conta de utilizador pessoal do Google+ do titular de dados e armazena estes dados pessoais. A Google armazena a recomendação Google+1 do titular de dados e disponibiliza a mesma publicamente, de acordo com as condições aceites pelo titular de dados. Uma recomendação Google+1 feita pelo titular de dados nesta página de internet será armazenada e processada seguidamente, em conjunto com outros dados pessoais, como o nome da conta do Google+1 usada pelo titular de dados e a foto fornecida noutros serviços da Google, como, por exemplo, nos resultados do mecanismo de pesquisa do motor de busca da Google, na conta da Google do titular de dados ou noutros locais, como em páginas de internet ou em conexão com anúncios. Além disso, a Google está em posição de associar a visita a esta página de internet a outros dados pessoais armazenados na Google. A Google também regista estas informações pessoais com o objetivo de melhorar ou otimizar os diferentes serviços da Google.

A Google recebe sempre informações através do botão Google+ que o titular de dados visitou na nossa página de internet, se o titular de dados estiver ligado ao Google+ ao mesmo tempo em que acede à nossa página de internet; isto acontece independentemente de a pessoa clicar ou não no botão Google+.

Se o titular de dados não desejar uma transferência de dados pessoais para a Google, este poderá impedir tal transferência terminando a sessão da sua conta Google+ antes de visitar a nossa página de internet.

Informações adicionais e os termos de privacidade da Google podem ser encontrados em https://www.google.de/intl/de/policies/privacy/. Informações adicionais da Google sobre o botão do Google+1 podem ser encontradas em https://developers.google.com/+/web/buttons-policy.

18. Termos de privacidade na aplicação e utilização do Google-AdWords

O responsável pelo processamento integrou o Google AdWords nesta página de internet. O Google AdWords é um serviço de publicidade na internet que permite que os anunciantes coloquem anúncios nos resultados dos mecanismos de pesquisa da Google, como também na rede de publicidade da Google. O Google AdWords permite que um anunciante pré-defina determinadas palavras-chave,por meio das quais um anúncio nos resultados do mecanismo de pesquisa do Google é, então, exclusivamente exibido, quando o utilizador usa o mecanismo de pesquisa para consultar um resultado de pesquisa relevante para a palavra-chave. Na rede de publicidade da Google, os anúncios são distribuídos em páginas de internet relevantes para o tema, através de um algoritmo automatizado e de acordo com palavras-chave predefinidas.

A empresa operadora dos serviços do Google AdWords é a Google Inc., 1600 Amphitheatre Pkwy, Mountain View, CA 94043-1351, USA.

O objetivo do Google AdWords é promover a nossa página de internet através da sobreposição de publicidade com base em interesses relevantes em páginas de internet de empresas terceiras e nos resultados de mecanismos de pesquisa do motor de busca da Google e uma sobreposição de publicidade externa na nossa página de internet.

Se um titular de dados chegar à nossa página de internet através de um anúncio da Google, um denominado cookie de conversão será armazenado no sistema de tecnologia da informação do titular de dados pela Google. Foi explicado acima o que são cookies. Um cookie de conversão expira após trinta dias e não serve para identificar o titular de dados. Através do cookie de conversão é identificado, desde que o cookie ainda não tenha expirado, se determinadas subpáginas, como o carrinho de compras de um sistema de compras online, foi consultado na nossa página de internet. Através do cookie de conversão, tanto nós como a Google podemos identificar se um titular de dados que chegou à nossa página de internet através de um anúncio do Google AdWords gerou receitas, ou seja, se concluiu ou cancelou uma compra.

Os dados e informações recolhidos através do uso do cookie de conversão são utilizados pela Google para criar estatísticas de visitantes para a nossa página de internet. Estas estatísticas de visita são usadas novamente por nós para determinar o número total de utilizadores que nos foram enviados através de anúncios do AdWords, para determinar o sucesso ou o fracasso de cada anúncio do AdWords e para otimizar os nossos anúncios do Google AdWords no futuro. Nem a nossa empresa, nem qualquer outro anunciante do Google AdWords recebem informações da Google que possam identificar o titular de dados.

Através do cookie de conversão, são armazenadas informações pessoais, como as páginas de internet visitadas pelo titular de dados. Por conseguinte, sempre que visita as nossas páginas de internet, são transmitidos dados pessoais, incluindo o endereço IP da ligação à internet utilizada pelo titular de dados, à Google, nos Estados Unidos da América. Estes dados pessoais são armazenados pela Google nos Estados Unidos da América.Estes dados pessoais são armazenados pela Google nos Estados Unidos da América. Sob determinadas circunstâncias, a Google transmite estes dados pessoais recolhidos por meio do procedimento técnico a terceiros.

O titular de dados pode impedir o uso de cookies pela nossa página de internet, como já mostrado acima, a qualquer momento, através de uma configuração correspondente do navegador de internet utilizado e, assim, contestar permanentemente o uso de cookies. Tal configuração do navegador de internet utilizado também impediria a Google de usar um cookie de conversão no sistema de tecnologia da informação do titular de dados. Além disso, um cookie já usado pela Google AdWords pode ser excluído a qualquer momento através do navegador de internet ou de outros programas de software.

Além disso, o titular de dados tem a possibilidade de contestar a publicidade baseada em interesses da Google. Para o efeito, o titular de dados deve consultar o link www.google.de/settings/ads de cada um dos navegadores de internet utilizado por si e fazer aí as configurações desejadas.

Informações adicionais e os termos de privacidade da Google podem ser encontrados em https://www.google.de/intl/de/policies/privacy/.

19. Termos de privacidade na aplicação e utilização do LinkedIn

O responsável pelo processamento integrou componentes da LinkedIn Corporation nesta página de internet. O LinkedIn é uma rede social baseada na internet que permite que os utilizadores se conectem a contactos comerciais existentes e estabeleçam novos contactos comerciais. Mais de 400 milhões de pessoas registadas usam o LinkedIn em mais de 200 países. Isto faz do LinkedIn, atualmente, a maior plataforma de contactos de negócios e uma das páginas de internet mais visitadas do mundo.

A empresa operacional do LinkedIn é a LinkedIn Corporation, 2029 Stierlin Court Mountain View, CA 94043, USA. A matéria de privacidade fora dos Estados Unidos é tratada pelo LinkedIn Ireland, Privacy Policy Issues, Wilton Plaza, Wilton Place, Dublin 2, Ireland.

Cada visita à nossa página de internet, que está equipada com um componente do LinkedIn (plug-in do LinkedIn), este componente faz com que o navegador usado pelo titular de dados descarregue uma representação correspondente do componente do LinkedIn. Mais informações sobre os plug-ins do LinkedIn podem ser encontradas em https://developer.linkedin.com/plugins. No âmbito deste procedimento técnico, o LinkedIn recebe informações sobre que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados.

Se o titular de dados estiver simultaneamente ligado ao LinkedIn, o LinkedIn deteta, a cada visita à nossa página de internet por parte do titular de dados e na duração total da respetiva estadia na nossa página de internet, que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados. Estas informações são recolhidas através do componente do LinkedIn e atribuídas pelo LinkedIn à respetiva conta do LinkedIn do titular de dados. Se o titular de dados ativar um dos botões do LinkedIn integrados na nossa página de internet, o LinkedIn atribui esta informação à conta de utilizador pessoal do LinkedIn do titular de dados e armazena estes dados pessoais.

O LinkedIn recebe sempre informações através do componente do LinkedIn que o titular de dados visitou a nossa página de internet, se o titular de dados estiver ligado ao LinkedIn no momento da consulta, ao mesmo tempo em que acede à nossa página de internet; isto acontece independentemente de o titular de dados clicar ou não no componente do LinkedIn. Se tal transferência de informações para o LinkedIn não for desejada pelo titular de dados, este poderá impedir a transferência terminando a sessão da sua conta do LinkedIn antes de visitar a nossa página de internet.

Em https://www.linkedin.com/psettings/guest-controls, o LinkedIn oferece a opção de cancelar mensagens de e-mail, mensagens de texto e anúncios segmentados, além de gerir as configurações dos anúncios. O LinkedIn também usa parceiros como Quantcast, Google Analytics, BlueKai, DoubleClick, Nielsen, Comscore, Eloqua e Lotame, que podem usar cookies. Tais cookies podem ser recusados em https://www.linkedin.com/legal/cookie-policy. Os termos de privacidade do LinkedIn estão disponíveis em https://www.linkedin.com/legal/privacy-policy. A diretiva de cookies do LinkedIn está disponível em https://www.linkedin.com/legal/cookie-policy.

20. Termos de privacidade na aplicação e utilização do Xing

O responsável pelo processamento integrou componentes do Xing nesta página de internet. O Xing é uma rede social baseada na internet que permite que os utilizadores se conectem a contactos comerciais existentes e estabeleçam novos contactos comerciais. Os utilizadores individuais podem criar um perfil pessoal no Xing. As empresas podem, por exemplo, criar perfis de empresas ou publicar ofertas de emprego no Xing.

A empresa operadora do Xing é a XING AG, Dammtorstraße 30, 20354 Hamburg, Deutschland.

Cada visita a uma das páginas individuais desta página de internet, que é operada pelo responsável pelo processamento e no qual um componente do Xing (plug-in do Xing) foi integrado, o navegador da internet no sistema de tecnologia da informação do titular de dados é automaticamente providenciado pelo respetivo componente do Xing para descarregar uma representação do componente Xing correspondente. Mais informações sobre os plug-ins do Xing podem ser encontradas em https://dev.xing.com/plugins. No âmbito deste procedimento técnico, o Xing recebe informações sobre que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados.

Se o titular de dados estiver simultaneamente ligado ao Xing, o Xing deteta, a cada visita à nossa página de internet por parte do titular de dados e na duração total da respetiva estadia na nossa página de internet, que a subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados. Estas informações são recolhidas através do componente do Xing e atribuídas pelo Xing à respetiva conta do Xing do titular de dados. Se o titular de dados ativar um dos botões do Xing integrados na nossa página de internet, por exemplo, o botão "Partilhar", o Xing atribui esta informação à conta de utilizador pessoal do Xing do titular de dados e armazena estes dados pessoais.

O Xing recebe sempre informações através do componente do Xing que o titular de dados visitou na nossa página de internet, se o titular de dados estiver ligado ao Xing, ao mesmo tempo em que acede à nossa página de internet; isto acontece independentemente de a pessoa clicar ou não no componente do Xing. Se tal transferência de informações para o Xing não for desejada pelo titular de dados, este poderá impedir a transferência terminando a sessão da sua conta do Xing antes de visitar a nossa página de internet.

Os termos de privacidade publicados pelo Xing, disponíveis em https://www.xing.com/privacy, fornecem informações sobre a recolha, processamento e utilização de dados pessoais pelo Xing. Além disso, o Xing publicou avisos de privacidade para o botão XING de partilha em https://www.xing.com/app/share?op=data_protection.

21. Termos de privacidade na aplicação e utilização do YouTube

O responsável pelo processamento integrou componentes do YouTube nesta página de internet. O YouTube é um portal de vídeo na internet que permite que os editores de vídeo publiquem clipes de vídeo gratuitamente e que outros utilizadores visualizem, avaliem e comentem aqueles, igualmente de forma gratuita. O YouTube permite a publicação de todos os tipos de vídeos, pelo que são disponibilizadas transmissões completas de filmes e programas de televisão, mas também podem ser visualizados vídeos de música, trailers ou vídeos criados pelos utilizadores através do portal da internet.

A empresa operadora do YouTube é a YouTube, LLC, 901 Cherry Ave., San Bruno, CA 94066, USA. O YouTube, LLC é uma subsidiária da Google Inc., 1600 Amphitheatre Pkwy, Mountain View, CA 94043-1351, USA.

Cada visita a uma das páginas individuais desta página de internet, que é operada pelo responsável pelo processamento e no qual um componente do YouTube (vídeo do YouTube) foi integrado, o navegador da internet no sistema de tecnologia da informação do titular de dados é automaticamente providenciado pelo respetivo componente do YouTube para descarregar uma representação do componente YouTube correspondente. Mais informações sobre o YouTube podem ser encontradas em https://www.youtube.com/yt/about/de/. No âmbito deste procedimento técnico, o YouTube e a Google recebem informações sobre que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados.

Se o titular de dados estiver simultaneamente ligado ao YouTube, o YouTube deteta, com a visita a uma subpágina que contém um vídeo do YouTube, que subpágina específica da nossa página de internet é visitada pelo titular de dados. Estas informações são recolhidas pelo YouTube e pela Google e atribuídas à respetiva conta do YouTube do titular de dados.

O YouTube e a Google recebem sempre informações através do componente do YouTube que o titular de dados visitou na nossa página de internet, se o titular de dados estiver ligado ao YouTube, ao mesmo tempo em que acede à nossa página de internet; isto acontece independentemente de a pessoa clicar ou não num vídeo do YouTube. Se tal transferência de informações para o YouTube e a Google não for desejada pelo titular de dados, este poderá impedir a transferência terminando a sessão da sua conta do YouTube antes de visitar a nossa página de internet.

Os termos de privacidade publicados pelo YouTube, disponíveis em https://www.google.de/intl/de/policies/privacy/, fornecem informações sobre a recolha, processamento e utilização de dados pessoais pelo YouTube e pela Google.

22. Base jurídica do processamento

O art. 6 I, al. a, do RGPD fornece à nossa empresa uma base jurídica para procedimentos de processamento em que obtemos consentimento para uma finalidade específica de processamento. Se o processamento de dados pessoais for requerido para o cumprimento de um contrato, em que o titular de dados é parte contratual, como é o caso, por exemplo, em procedimentos de processamento, necessários para o fornecimento de bens ou para a prestação de qualquer outro serviço ou compensação, o processamento deve basear-se no art. 6 I, al. b, do RGPD. O mesmo se aplica aos procedimentos de processamento necessários para a execução de medidas pré-contratuais, por exemplo, em casos de pedidos de informação sobre os nossos produtos ou serviços. Se a nossa empresa estiver sujeita a uma obrigação legal, que exige um processamento de dados pessoais, como o cumprimento de obrigações fiscais, o processamento deve basear-se no art. 6 I, al. c, do RGPD. Em casos raros, o processamento de  dados pessoais poderia ser necessário para proteger os interesses vitais do titular de dados ou de uma outra pessoa singular. Este seria o caso, por exemplo, se um visitante ficasse ferido na nossa empresa e, por conseguinte, o seu nome, idade, os seus dados do seguro de saúde ou outras informações vitais tivessem de ser transmitidos a um médico, hospital ou a outro terceiro. Então o processamento seria baseado no art. 6 I, al. d, do RGPD. Por fim, os procedimentos de processamento poderiam ser baseados no art. 6 I, al. f, do RGPD. Baseado nesta base legal, os procedimentos de processamento, que não são abrangidos por qualquer uma das bases jurídicas acima referidas, se o processamento for necessário para salvaguardar um interesse legítimo da nossa empresa ou de um terceiro, desde que os interesses, direitos fundamentais e liberdades fundamentais do titular de dados não predominem. Tais procedimentos de processamento são-nos particularmente permitidos, porque foram especificamente mencionados pelo legislador europeu. A este respeito, considerou que um interesse legítimo poderia ser assumido se o titular de dados for um cliente do responsável (considerando 47, parágrafo 2, do RGPD).

23. Interesses legítimos no processamento monitorizado pelo responsável ou por um terceiro

Se o tratamento de dados pessoais se basear no art. 6 I, al. f, do RGPD, é nosso interesse legítimo realizar a nossa atividade comercial em benefício da prosperidade de todos os nossos colaboradores e acionistas.

24. Duração para a qual os dados pessoais são armazenados

O critério para a duração do armazenamento de dados pessoais é a respetiva base jurídica. Com a sua supressão, por exemplo, a expiração de um período de salvaguarda legal, os dados respetivos são rotineiramente excluídos.

25. Disposições legais ou contratuais para a disponibilização de dados pessoais;

necessidade de celebração do contrato; obrigação do titular de dados de disponibilizar os dados pessoais; possíveis consequências da não-disponibilização

Esclarecemos, além disso, que a disponibilização de dados pessoais é, em parte, exigida por lei (p.ex., disposições fiscais) ou pode resultar de disposições contratuais (p.ex., informações sobre o parceiro contratual). Ocasionalmente, pode ser necessário para a celebração de um contrato que um titular de dados nos disponibilize dados pessoais, que devem ser posteriormente processados por nós. Por exemplo, o titular de dados é obrigado a disponibilizar-nos informações pessoais se a nossa empresa celebrar um contrato com ele. Uma não-disponibilização dos dados pessoais significaria que o contrato com o titular de dados não poderia ser celebrado.

26. Existência de uma tomada de decisão automatizada

Enquanto empresa consciente da nossa responsabilidade, prescindimos da tomada de decisões ou de uma caracterização automáticas.

27. Segurança de dados

Durante a visita ao site, utilizamos o método amplamente difundido SSL (Secure Socket Layer), em conjunto com o nível mais alto de criptografia suportado pelo seu navegador. Por norma, trata-se aqui de uma criptografia de 256 bits. Se o seu navegador não suportar qualquer criptografia de 256 bits, recorreremos, em vez disso, a tecnologia v3 de 128 bits. Consegue detetar se uma página individual da nossa página de internet é transmitida de forma criptografada pela representação fechada do ícone de chave ou de cadeado na barra de estado inferior do seu navegador. De resto, também tomamos medidas de segurança técnicas e organizacionais apropriadas para proteger os seus dados contra manipulações acidentais ou intencionais, perda parcial ou total, destruição ou contra acesso não autorizado por terceiros. As nossas medidas de segurança são constantemente melhoradas, de acordo com o desenvolvimento tecnológico.

28. Atualidade e alteração da política de privacidade

Esta política de privacidade é válida atualmente e tem a versão de maio de 2018. Como resultado do desenvolvimento contínuo do nosso site e das suas ofertas, ou devido a requisitos legais ou oficiais alterados, pode ser necessário alterar esta política de privacidade. A respetiva política de privacidade atual pode ser consultada e impressa por si a qualquer momento no site, em http://www.schmersal.pt/protecao-de-dados/.