Conteúdo

10.12.2018

Estreia no SPS IPC Drives 2018: Comando de segurança com servidor OPC UA integrado

A Schmersal apresenta uma nova solução adequada à Indústria 4.0.

Wuppertal, 27 de Novembro de 2018. No SPS IPC Drives 2018, o Grupo Schmersal apresenta uma nova solução pronta para a Indústria 4.0: o comando de segurança PROTECT PSC1, com servidor OPC UA integrado. A conexão do PSC1 ao protocolo de comunicação máquina-para-máquina permite que informações abrangentes dos produtos da Schmersal sejam incluídas numa troca de dados entre qualquer fabricante.

Além disso, os produtos da Schmersal podem usar esta solução para fornecer informações de manutenção, para que a manutenção preditiva permita que os componentes sejam substituídos atempadamente, antes de atingirem o End of Lifetime (fim da vida útil) ou o nível de desempenho ser perdido.

O PROTECT PSC1 da Schmersal trata-se de um comando de segurança estruturado de forma modular e programável. Ele está equipado com uma interface de comunicação universal para permitir a troca de dados através de diferentes sistemas de bus de campo com comandos de nível superior. Os vários protocolos de bus de campo podem ser facilmente selecionados por software, de modo a que o PROTECT PSC1 possa lidar com diferentes sistemas de bus de campo com apenas um hardware. A Schmersal integrou agora um servidor OPC UA nesta interface de comunicação. Deste modo, podem ser consultados dados abrangentes de todos os sensores de segurança a partir do portefólio da Schmersal, de maneira legível por máquina, com uma descrição semântica através do protocolo de comunicação M2M. Estes incluem, por exemplo, dados de estado das saídas de segurança, valores característicos de tecnologia de segurança, informações sobre a vida útil dos sensores, informações para encomendar, folhas de dados, desenhos e imagens. Os sensores de segurança que dispõem de um bus Schmersal SD também podem exibir informações sobre o atuador, a temperatura no sensor, sobre o número de série do dispositivo, bem como mensagens de falha (p.ex., curto-circuito, sobretemperatura, falha interna do dispositivo, falha de comunicação, saída Y1/Y2, etc.).

"Graças à integração do OPC UA no PSC1, os dados dos nossos produtos podem ser disponibilizados no futuro para uma troca independente do fabricante, seja de uma máquina para outra ou para comunicação em qualquer fábrica", explica Ulrich Bernhardt, Chefe de Controlo de Vendas no Grupo Schmersal. "Vemos o OPC UA como pioneiro na Indústria 4.0 porque estandardiza as comunicações industriais e garante a interoperabilidade entre produtos de diferentes fabricantes. Temos o prazer de poder oferecer aos nossos clientes uma solução inovadora. A partir de um conceito futuro abstrato, surge uma mais-valia tangível para os nossos clientes ".

Visite a Schmersal na SPS IPC Drives entre os dias 27 e 29.11.2018 em Nuremberga: Pavilhão 9, Expositor 460

Colunas de contexto

Comunicados de Imprensa